Conhecedo o filme Buscando (2018) - Desmorto

Desmorto

Diversão para vivos e não vivos

Post Top Ad

Responsive Ads Here

03 agosto 2020

Conhecedo o filme Buscando (2018)


Ao ficar sabendo do filme fiquei interessado, porém acabei por esquece-lo. Posteriormente vendo alguns vídeos sobre blu-rays lançados no Brasil, o filme Buscando (Searching, no original) foi citado como um ótimo exemplo de localização no nosso idioma.

Para quem não sabe, o filme Buscando se passa totalmente na tela de computadores, e felizmente a versão brasileira do filme em blu-ray traz todas essas passagens traduzidas para nosso idioma, o que traz uma imersão que não aconteceria se tudo que estivesse escrito na tela ficasse em inglês e somente por legendas poderíamos ler.


Esse tipo de localização acontece principalmente em filmes da Disney, mais precisamente da Pixar. Onde quando vai aparecer algum texto de uma placa ou algo similar, o mesmo está escrito em português.

O filme também está disponível em streaming pelo serviço do Telecine e da HBO Go, porém não sei dizer se a versão deles é a versão localizada.

Mas falei muito sobre como o filme é apresentado para nós e deixe de falar sobre o mesmo. De forma muito resumida, posso dizer que é um dos melhores filmes que vi recentemente.


A trama acompanha um pai que perde totalmente o contato com a filha. E por meio do computador da mesma tenta descobrir o que aconteceu juntamente com a ajuda da policia.

Esse é um daqueles filmes que spoilers estragam a experiência então se tiver a possibilidade nem veja o trailer e já vá atrás do filme. O trailer em si não entrega muito, mas quer queira quer não entrega alguma coisa. Segue o trailer para caso decida ver assim mesmo:


É muito difícil falar do filme sem escapar nada, mas o que posso dizer é que há uma tensão em acompanhar a história. O pai, interpretado pelo ator John Cho é o um dos grandes trunfos do filme. Eu já admirava o trabalho dele em algumas pontas que ele fez, como nos filmes recentes de Star Trek, porém nesse eu particularmente me senti na pele do pai desesperado em busca de sua filha.

Ai entra um ponto que acredito que não vai atrair um certo público que talvez não se identifique com o perfil do protagonista. Mas mesmo que você não seja pai (como é meu caso) ainda recomendo fortemente o filme.

Sendo repetitivo, eu adorei esse filme. Como o dia dos pais está chegando, postei antes para quem sabe você poder assistir com seu pai ou com seu filhos (porém fique atento a classificação do mesmo).

Tags:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado

Leia também

Post Top Ad

Responsive Ads Here